domingo, 20 de janeiro de 2008

CALEIDOSCÓPIO


Esta imagem que
Me acolhe, me toma
Jorra minuto a minuto
Por saber de mim.
Cruzo portais.
Fraca,
Insiste a vida a
Correr nas veias.
Lágrimas carregadas de
Infinitos pontos de luz.
Caleidoscópio verde e terra
Paralisa e inunda o olhar.

8 comentários:

Walmir Lima disse...

É maravilhoso ver como flui em tuas palavras o mesmo fluir de tuas veias.
Um beijo.
Walmir

Anne M. Moor disse...

Esse 'caleidoscópio verde e terra' realmente 'inunda' o olhar e o coração, diria até - a alma. Lindo poema que mostra que embora 'fraca' estás muito forte...
Beijo ternurento

zuleica-poesia disse...

Linda foto. Delicada poesia. Aqui fica um pedaço da minha alma.-beijo-zuleica

Walmir Lima disse...

Maria da Graça e Zuleica...

Que dupla, hein, Anne?

Maravilhosas!!!

Anne M. Moor disse...

Walmir: Uma - Graça - é minha amiga do coração, reencontrada após décadas - uma pessoa de uma sensibilidade a flor da pele e uma visão que vai longe. A outra - Zuleica - conheço por aqui, pessoa de uns versos linnnnnnnnnnnnndos que mostram a alma e que infelizmente não pôde estar conosco em Saõ Paulo. Ficou pra próxima!

ETERNA GEMINIANA disse...

Lindo,a vida ganha um colorido especial com as tuas palavras,é um eterno aprendizado estar ao teu lado, oque me ajuda a cruzar os meus portais. Beijos

Jorge Lemos disse...

Estamos diante de uma senhora dominadora de verdades.
Bjs

Anne M. Moor disse...

Graça, vai lá no meu blog vai e aprecia algo... :-)