quarta-feira, 4 de novembro de 2009

RENASCER


Iniciaria assim: Para voces meus netos que me deram a chance de duas parições
O céu despencou em fúria. Apaguei as lâmpadas, desliguei as tomadas e me abri para absorver na carne a energia dos raios. Estouram e amedrontam, te identificam na força, na energia que te esgotastes em desejar-te morta no lugar de teu neto. Chamastes pela tua descendência e ancestralidade. Percebo que me desfaço em duas para poder ver o instante, forte, gigante, único de dor e amor. Querendo colocar a filha para dentro das entranhas me vi mulher parindo outra mulher. Teu corpinho frágil, inerte quase sem vida com teu sorriso e barulhada acima em forma de luz me suspendeu no ar. Abracei tua mãe e te deixei para trás invadida por uma luz forte como estes raios que caem agora La fora. Abraçada por minhas perdas disse: Agora não!
Despertei nesta manhã de fúrias, raios e chuvas agradecendo aos céus, a vida como ela é, porque é perfeita em todos os detalhes. Bom dia! Mais um.


10 comentários:

ETERNA GEMINIANA disse...

Belo Renascimento, milagre da vida.
Gratidão pelo todo que é perfeito.
Lindo! Cheio de emoção. Nuvem de lágrimas,chuva de amor.

Anne disse...

Como Celina... 'Nuvem de lágrimas'... Texto que vem lá de dentro daquele lugar que perdemos com tanta frequência...

Rezei e jamais deveríamos esquecer de rezar! Parabéns pela força interna, espelhada no teu texto e que sei que tens, que nos abraça a todos que te amam!

Beijo imenso
Anne

Anônimo disse...

Tudo aqui enaltece, posto que a vida inscrita em viva carne é travessia em vértice!!
Lágrimas d'ouro!
Viva Luis Felipe, viva!

Maria disse...

Celina, Anne e Clarissa...

Este amor que circula é força multiplicada, Viva!
Beijos

A.Tapadinhas disse...

De outra maneira, à minha maneira, já tive a oportunidade de partilhar os momentos que descreves.

E é como dizes: a vida ficou mais próxima da perfeição.

Beijo,
António

Carlos Eduardo Leal disse...

Maria,
"a vida como ela é, perfeita em todos os detalhes." "Terra escrita" é um nome maravilhoso já que devemos escrever a Terra, escrever nela, escrever para ela e para nossos filhos, pois netos ainda não os tenho, mas parabéns pelos teus,
Com carinho e admiração,
Carlos Eduardo

Maria disse...

Antonio,

Que bom te receber por aqui. Sim, a vida é perfeita e como diz a musica...é bonita, é bonita e é bonita.

Maria disse...

Carlos

Na terra enterramos nossas raizes, e nelas nos inscrevemos. A poesia brota em umidas palavras.

Maria Alice Estrella disse...

Bom te ver! Bom te ler! Bom te saber!
Bjosssss

Anne disse...

Graça!!!!!!!!!!!

Onde andas???????????????

Bjos
Anne